Loomio
Tue 12 May 2015 6:29AM

Posicionamento dos Piratas em relação ao Massacre no Paraná

MO Maurício OUyama Public Seen by 171

Ahoy. Conforme deliberação no nosso último encontro, eu(Maurício), Fabio Lalas e Fabricio ficamos encarregados de puxar os encaminhamentos em relação ao posicionamento dos piratas em relação ao massacre do dia 29 de abril. O pad abaixo contem um texto que foi escrito pelo Fabio Lalas, com a colaboração dos supracitados (contando também com a leitura e colaboração do pirata Daniel Mota). Vejam e opinem, ajudem, etc.

Peço para que possam ler o mais rápido possível, pois como é um texto de posicionamento, devemos soltar logo, senão vai perder o sentido se demorarmos muito.

https://piratenpad.de/p/pcrjXLiIiOfmcd1EQKq9

A ideia é soltar este texto quarta-feira, dia 13/05 ao MEIO DIA, quem quiser faça suas intervenções.


**** ATUALIZADO****
Já tá na fanpage nacional do Partido Pirata:
https://www.facebook.com/PartidoPirata.BR

e Piratas do Paraná
https://www.facebook.com/PiratasParana/posts/987244244649322

DU

[deactivated account] Tue 12 May 2015 6:57AM

já fiz minhas pequenas contribuições no pad..por mim está ok para ser publicizado :)

Em 12 de maio de 2015 03:29, Maurício OUyama (Loomio) escreveu:

Maurício OUyama iniciou uma discussão em Coletivo Piratas do Paraná:

Posicionamento dos Piratas em relação ao Massacre no Paraná ( https://www.loomio.org/d/6IdoD19z/posicionamento-dos-piratas-em-relacao-ao-massacre-no-parana?utm_campaign=thread_mailer&utm_medium=email&utm_source=new_discussion )

Ahoy. Conforme deliberação no nosso último encontro, eu(Maurício), Fabio Lalas e Fabricio ficamos encarregados de puxar os encaminhamentos em relação ao posicionamento dos piratas em relação ao massacre do dia 29 de abril. O pad abaixo contem um texto que foi escrito pelo Fabio Lalas, com a colaboração dos supracitados (contando também com a leitura e colaboração do pirata Daniel Mota). Vejam e opinem, ajudem, etc.

Peço para que possam ler o mais rápido possível, pois como é um texto de posicionamento, devemos soltar logo, senão vai perder o sentido se demorarmos muito..

https://piratenpad.de/p/pcrjXLiIiOfmcd1EQKq9 ( https://piratenpad.de/p/pcrjXLiIiOfmcd1EQKq9 )

Responda a este e-mail diretamente ou veja em www.loomio.org ( https://www.loomio.org/d/6IdoD19z/posicionamento-dos-piratas-em-relacao-ao-massacre-no-parana?utm_campaign=thread_mailer&utm_medium=email&utm_source=new_discussion ).

Ligar e-mails nesta discussão ( https://www.loomio.org/email_actions/follow_discussion/91817/kiKcFk7d38wzpqCezGJy ) para receber atividades.

Modifique suas preferências de e-mail ( https://www.loomio.org/email_preferences?unsubscribe_token=kiKcFk7d38wzpqCezGJy&utm_campaign=thread_mailer&utm_medium=email&utm_source=new_discussion ) para cancelar subscrições destes e-mails.

MO

Maurício OUyama Tue 12 May 2015 7:14AM

O Delabio colocou a questão de que se vamos pedir a renúncia do Beto Richa, também devemos colocar o nome de Cida Borghetti, pois foram eleitos na mesma chapa e se não apoiou foi conivente com o que aconteceu. Colocamos isto no texto?

FD

Fernando Delabio Tue 12 May 2015 7:16AM

Algumas questões para pensar e, se for o caso, adaptar na nota:

1 - Por questão de coerência, se for pedir a renúncia do Richa tem que pedir a renúncia da Cida. Para começar foram eleitos como chapa, então não faz sentido cair apenas a cabeça. Para além disso, ainda que ela não estivesse de acordo, o que não é o caso, ela se omitiu, nenhuma das hipóteses é aceitável, em ambos os casos ela se coloca contra trabalhadores(as);

2 - O documento é propício para exigir também a desmilitarização da polícia;

3 - É importante questionar a retirada de direitos trabalhistas ao invés de auditar a dívida pública do Paraná que entrega os recursos financeiros do estado à banqueiros e outros;

4 - Vincular a hipocrisia dos gastos exorbitantes com o legislativo, o executivo e o judiciário, além dos cargos comissionados, serem mantidos e responsabilizar trabalhadores(as) pela situação financeira do Paraná.

LS

Leonardo Sampaio Tue 12 May 2015 1:38PM

Fiz acréscimos no pad, se não concordarem é só tirar.

MO

Maurício OUyama Tue 12 May 2015 5:37PM

acho que com as contribuições do Leo o texto já está com um bom tamanho, e contempla minimamente as sugestões, só ficou pendente, na minha opinião se vamos colocar a Cida Borghetti no rodo. Podemos soltar a nota hoje a noite? Lá pelas 22:00? Quem quiser, puder, façam suas sugestões, hoje a noite faremos os últimos ajustes.

KFZ

Katherine Finn Zander Tue 12 May 2015 9:20PM

coloca a Cida também!

DU

[deactivated account] Tue 12 May 2015 10:03PM

os apontamentos do @fernandodelabio não vão ser incorporados? eu concordo com as colocações dele e acho que a gente poderia incluir o nome dos deputados que também foram coniventes com o que rolou! aproveitar o ensejo pra denunciar todxs xs responsáveis....

MO

Maurício OUyama Wed 13 May 2015 12:32AM

a). As questões acimas são pertinentes (, mas precisamos de pessoas para ajudar a coloca-las no papel - quem acha que está faltando alguma coisa já vai direto no pad.

b) vamos estipular um prazo pra quem quiser mexer no texto, (
que tal até dia 14/05 - quinta feira? vamos soltá-lo ao meio dia?

LS

Leonardo Sampaio Wed 13 May 2015 2:18AM

Quero criticar também o grande aumento nos impostos, enquanto ele promove aumento para seu próprio salário e para os cargos de confiança, além de gastar verbas elevadas de forma desnecessária e até suspeita, por exemplo 100 milhões por ano em publicidade. Posso?.

MO

Maurício OUyama Wed 13 May 2015 2:25AM

manda brasa,

LS

Leonardo Sampaio Wed 13 May 2015 2:27AM

Não sei se ficou no melhor jeito possível. Pareceu meio perdido no meio do resto do texto. Mas pelo menos tá constando.

MO

Maurício OUyama Wed 13 May 2015 2:55AM

Galera, só vamos ter cuidado para não "inchar" muito o texto, concordam? há várias coisas a serem faladas, e como nós estavamos discutindo, não precisamos esgotar tudo nesse texto, precisamos apenas nos posicionar, o encaminhamento que nós sugerimos é que depois dessa nota inicial façamos textos mais subjetivos,. Ai podemos aprofundar um ponto especifico Vejam o texto que eu acabei de receber do depto de Educação da Ufscar, é bem direto: http://www.saci.ufscar.br/data/solicitacao/27581_nota_de_repudio.pdf

DU

[deactivated account] Wed 13 May 2015 2:55AM

@leonardosampaio , dá uma força pra escrever as coisas que eu apontei ali em cima... rs

MO

Maurício OUyama Wed 13 May 2015 2:59AM

O @fernandodelabio escreve bem, será que consegue desenvolver isso que ele levantou conosco?

DU

[deactivated account] Wed 13 May 2015 3:58AM

@fernandodelabio tentamos incluir algumas coisas q vc falou, mas é difícil escrever sobre a idéia de outra pessoa. dá uma olhada lá

LS

Leonardo Sampaio Thu 14 May 2015 4:16AM

Carta pronta e publicada! Divulguem!

PARTIDO PIRATA EXIGE A RENÚNCIA DO GOVERNADOR CARLOS ALBERTO RICHA E DE SUA VICE MARIA APARECIDA BORGHETTI, PELO MASSACRE DOS(AS) PROFESSORES(AS) E SERVIDORES(AS) NO DIA 29/04/2015.

O diretório paranaense do Partido Pirata vem por meio desta expressar REPÚDIO aos atos e ações promovidos pelo Governo do estado do Paraná, na figura de seus representantes maiores, o governador Carlos Alberto Richa (PSDB) e a vice-governadora Maria Aparecida Borghetti (PROS), e seus diretos subordinados comandantes das forças policiais do estado, em especial o então secretário de segurança Fernando Francischini, bem como as forças da Polícia Militar do Paraná no dia 29 de abril de 2015.

As ações praticadas pelas forças policiais, a comando, em última instância, do governador Carlos Alberto Richa, só são assemelhadas a momentos ímpares de brutalidade na História brasileira, como Palmares, Canudos e do Contestado, e na história paranaense, como no 30 de agosto de 1988. Ações que se aproximam do genocídio civil, do extermínio por forças treinadas, equipadas e motivadas a eliminar seu inimigo que nada mais era do que a população do seu próprio país. Assim como nos referenciais históricos, buscavam a defesa de direitos e o reconhecimento de suas necessidades diante do Estado, que abandona e pretere seu povo para atender interesses políticos e econômicos que desconsideram os interesses e os direitos da população . As semelhanças são muitas, mas uma em particular chama a atenção: Se no episódio do Contestado temos a primeira ação militar aérea do Brasil, no evento do dia 29 de abril temos pela primeira vez a utilização de aeronaves civis alvejando os manifestantes, desarmados e despreparados para o revide e proteção adequada à proporção dos ataques, com bombas de gás lacrimogêneo. Os sons, as imagens, a dor e a tristeza farão parte da consciência e do futuro de todos aqueles que estiveram cercados por milhares de soldados armados, que agiam, não de modo a buscar conter manifestantes exaltados, mas, como soldados nas frentes de confronto, buscavam o extermínio de seus opositores.

Horas antes de impulsionar a tragédia, prevista e anunciada, que se desenrolou na data de 29 de abril, o governador Carlos Alberto Richa disse em entrevistas que “o governante não pode ser demagogo e governar somente para agradar ao funcionalismo”. Porém, agiu demagogicamente ao impor aos trabalhadores do serviço público do Estado do Paraná seu desejo de reparar as finanças públicas, colocadas em situação de miséria por ele próprio ao longo dos 4 anos passados de sua administração e, também, por administrações anteriores que governaram, de forma irresponsável e criminosa, em causa própria e beneficiando o privado em detrimento do público, criando assim, de maneira questionável, dívidas por onde escorre o orçamento do Paraná. Também agiu de forma demagógica e cínica ao vir a público primeiramente naquela mesma noite, ainda sob a fumaça das bombas deflagradas nas imediações do Palácio Iguaçu, não somente defendendo a ação truculenta da PM, como, também, culpabilizando suas vítimas. E, novamente, quando na quinta-feira, 7 de maio, ao se colocar como "o mais ferido e afetado" por todos os eventos ocorridos em 29 de abril. Se trouxesse dentro de si mínima parcela de sentimento humano, de compaixão, de fraternidade, teria levantado sua voz de comandante das forças militares estaduais e dado ordem de parar o massacre que ocorreu por cerca de 2 horas ininterruptas. Ao tomar ciência do que acontecia e não agir em relação aos seus subordinados, o governador Carlos Alberto Richa tornou-se cúmplice e co-responsável pelo massacre. Igualmente inaceitável foi a atitude da vice-governadora Maria Aparecida Borghetti em sua omissão perante o ocorrido, o que caracteriza conivência com as decisões abjetas, arbitrárias e antidemocráticas apresentadas.

Este lamentável episódio foi deflagrado em decorrência do evidente descaso de Carlos Alberto Richa e de Maria Aparecida Borghetti com as finanças do Paraná. Impuseram, unilateralmente, medidas de austeridade à população trabalhadora, aumentando impostos e colocando em risco direitos trabalhistas, enquanto promoveu o aumento do custo do estado, sem que isso representasse um aumento na quantidade ou na qualidade dos serviços oferecidos a população, através do aumento de seu próprio salário, dos salários do legislativo, dos cargos de confiança, além da concessão de privilégios de alto custo ao judiciário e de gastar, de forma desnecessária e suspeita, com publicidade. Por suas atitudes, mostra-se evidente que o governador e sua vice não estão a serviço do povo paranaense, mas usam o governo para interesses próprios e de sua base de apoio, incluindo amigos e familiares. O descaso com a população do Paraná fica ainda mais evidente quando o governo opta por transferir para a população trabalhadora a responsabilidade de arcar com os ônus da atual crise financeira ao invés de auditar a dívida pública do Paraná, que consome uma quantia considerável do orçamento estadual e, inclusive, já foi apontada na CPI do Banestado a existência de irregularidades.

É preciso ainda denunciar o conluio formado entre os poderes executivo, legislativo e judiciário a fim de garantir a governabilidade e conseguir aprovação de projetos que lesam o povo paranaense, em favor das elites políticas e econômicas, dos quais fazem parte os deputados Alexandre Curi, Alexandre Guimarães, André Bueno, Artagão Júnior, Bernardo Ribas Carli, Claudia Pereira, Cobra Reporter, Cristina Silvestri, DR. Batista, Elio Rusch, Evandro Junior, Felipe Francischini, Fernando Scanavaca, Francisco Bührer, Guto Silva, Hussein Bakri, Jonas Guimarães, Luiz Carlos Martins, Luiz Claudio Romanelli, Marcio Nunes, Maria Victoria Barros, Mauro Moraes, Missionário Ricardo Arruda, Nelson Justus, Paulo Litro, Pedro Lupion, Plauto Miró, Schiavinato, Tiago Amaral, Tião Medeiros, Ademar Traiano e Wilmar Reichembach, além do desembargador Luiz Mateus de Lima que concedeu a legitimação jurídica para que a operação de guerra fosse montada e o massacre pudesse ocorrer.

Os Piratas defendem o livre compartilhamento de Conhecimento e que a Educação deve assegurar a autonomia do indivíduo e a sociedade democrática. É inaceitável que, em um estado democrático, nossos docentes e servidores públicos sejam tratados com semelhante desrespeito. Um Governo que lança mão de militares, treinados e aparelhados com armas químicas e lançadoras de projéteis para a repressão violenta, para espancar covardemente professores(as) e servidores(as) merece o nosso profundo desprezo. Portanto, como forma de buscar uma compensação para o conjunto dos cidadãos paranaenses, o diretório estadual do Partido Pirata exige o fim do aparelhamento do governo, cujos gastos monumentais são pagos pela população; a auditoria das finanças paranaenses; a desmilitarização da policia ostensiva atuante em âmbito civil; a punição dos envolvidos no massacre, principalmente, mas não somente, dos mandantes; e, o mais importante, a RENÚNCIA do governador do estado do Paraná, Carlos Alberto Richa e de sua vice, Maria Aparecida Borghetti, por entender que sua postura antes, durante e após o episódio do dia 29 de abril, apresenta facetas de governos autoritários que não respeitam a liberdade de manifestação e luta do povo por seus direitos essenciais.

PARTIDO PIRATA
Diretório do Partido Pirata do Paraná
13 de Maio de 2015.

MO

Maurício OUyama Thu 14 May 2015 4:59AM

alguém tem as manhas de pegar o texto e deixa-lo visualmente mais interessante? pensei em algo tipo o fabrício fez com o panfleto pirata, ou algo com imagens.

DU

[deactivated account] Thu 14 May 2015 12:02PM

Ficou praticamente uma tese, mas tudo bem, hehe. Tá bem completo, bem didático e coerente, deixando muito claro nosso posicionamento. Parabéns a todxs pelo bom trabalho! Agora é fazer isso circular!

MO

Maurício OUyama Fri 15 May 2015 2:47AM

versão pdf pra quem quiser compartilhar de outras formas

DU

[deactivated account] Fri 15 May 2015 2:26PM

e o beto richa já aprontou mais um pouco ontem..... não tá fácio!